quinta-feira, 21 de julho de 2011

Crítica sobre: Água para elefantes {Livro}

" - Você realmente acha que esse é o maior espetáculo da Terra?
Não, nem de longe. Provavelmente não está nem entre os 50 maiores. Temos talvez um terço da qualidade do Ringling. Você já sabe que Marlena não é nenhuma princesa romena. E Lucinda? Não chega nem perto dos 400 quilos. Uns 200, no máximo. E você acha mesmo que a tatuagem de Frank Otto foi feita por furiosos caçadores de Bornéu? Claro que não. Ele era um anotador de apostas do Esquadrão Voador, trabalhou nisso por nove anos. E você quer saber o que o Tio Al fez quando o hipopótamo morreu? Ele trocou a água do bicho por formol e continuou a exibi-lo. Durante duas semanas viajamos com um hipopótamo em conserva. É tudo ilusão, Jacob, e não há nada de errado nisso. É o que as pessoas querem de nós. É o que elas esperam."



Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solí­citas e fantasmas do passado.
Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra. Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.
Jacob teve que viver quase na miséria, suportando toda espécie de humilhações, mas também contou com o apoio de vários pessoas que o tratavam como um amigo e teve o carinho também dos próprios animais que cuidava. Também é sob as tendas que Jacob se apaixona por Marlena, a artista do número dos cavalos, se encantou perdidamente por Rosie, a elefanta que demonstrava sagacidade nos espetáculos e viria a ser a solução para os problemas do circo. Aliás, os animais são um espetáculo à parte e fiquei encantada não só por Rosie, mas também pelo Macacco Bobo e o Leão Rex, pela cadela Queenie,a fiel companheira do palhaço Kinko/Walter. Mesmo tendo sido tratado com um pouco mais de dignidade pelo fato de cuidar dos animais, Jacob sofria constantemente nas mãos do gerente do circo, Tio Al, e de August, o marido de Marlena e chefe do setor de animais.

Em meio às dificuldades vividas num circo itinerante numa época conturbada da história americana, os personagens demonstraram força e coragem para sobreviver nesse ambiente misterioso e cruel, onde nada é o que parece ser. Algumas partes do livro tem interrupções das memórias do velho Jacob, para que o leitor pudesse acompanhar também a sua rotina na casa de repouso. Percebe-se que ele mantém a todo custo as lembranças vivas na sua mente, enquanto tentava se adaptar aos costumes de quem passa pela velhice.

A escritora trouxe um mundo completamente diferente para as páginas sem deixar a leitura pesada ou de difícil compreensão. Os personagens são encantadores, bem construídos e é impossível esquecê-los após a última página. O livro explora tanta coisa, tantas crueldades, sentimentos, emoções, acontecimentos.Apesar das fortes cenas de tortura aos animais, o livro é de uma sensibilidade tocante! Tudo parece tão real que é difícil pensar que se trata de uma ficção!

A diagramação é um ponto forte, com um material consistente, ótimo, com páginas amarelas e uma fonte agradável. A capa é um espetáculo à parte!
Um belo livro, com uma história que prende o leitor até a última página. Com certeza, agora sempre que eu passar por um circo vou lembrar das aventuras de Jacob Jankowski. Eu amei o Livro e mais do que recomendo ele eu digo "Vocês tem que ler" S2



Qual minha nota para o livro:


Livro: Água para elefantes
Autor:Sara Gruen
Editora: Arqueiro
Paginas:272

Sinopse:Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.
Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.
É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.