quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Crítica sobre: A Passagem do Anjo {Livro}

"Sua Respiração ofegante e o ritmo de seus gritos aumentam,
Você se Retesa e lateja ao longo de meu corpo
Até que a fusão do calor que nos queima
Irrompe,
Marcando-nos para sempre com a insígnia do amor..." (Pag 153)


Angelo é um menino rico que possui uma maldição: é de uma linhagem de lobisomens. O ciclo começa com o avô dele, passa para o pai e depois para ele. Uma vez ao mês, nas noites de lua cheia, a sua transformação acontece, e ele se vê obrigado a ficar em reclusão em sua 
casa. 
Filho de um pai opressor e uma mãe submissa, Angelo sempre sofreu olhares estranhos e comentários nada agradáveis sobre sua fisionomia. Após a morte do pai, Angelo se torna Conde Lorenzini e senhor de sua casa. Apesar de ter apenas 13 anos, toda a responsabilidade está em suas costas: tanto as da casa como cuidar de sua mãe, donna Lucia. Angelo é enviado para Torre Del Lupo, e lá conhece algumas mulheres, se relaciona com elas, vira notário na cidade, cresce, vira adulto. E passa um tempo em reclusão como lobo, e logo depois vira frade. 
Como frei, ele causa a ira do papa Bonifacio VIII e é confinado numa masmorra. Com a ajuda de seu irmão Silvestre, ele consegue fugir e percebe que as respostas que ele tanto procurava eram simples e muito fáceis de encontrar. 

O enredo é cheio de indas e vindas, mas consegue prender o leitor. Várias coisas diferentes e inesperadas acontecem na vida de Angelo, o que torna o livro muito interessante da metade até o fim.O Livro é dividido em três partes "Inferno-O Anjo Enlouquecido, Purgatório-O Anjo Ferido e Paraíso-O Anjo Libertado. 

A Passagem do Anjo é um livro para todos aqueles que gostam e querem entender os conflitos entre corpo e mente; e aprender como lidar com eles. Em resumo, a passagem do anjo não é um livro de passatempo ou de aventura sobrenatural é uma busca do "Eu" interior, uma luta da natureza humana com o animal interior, além de tentar equilibrar os desejos da carne com os do espírito. 
O foco não fica só em Angelo, o livro também nos mostra as outras pessoas que foram importantes em sua vida: seu irmão Silvestre; sua mãe, donna Lucia; seu grande amor, Maria; seu tutor Dr. Bartolo; e sua esposa, Dona Leta e como eles contribuíram em sua vida, seja com alegrias ou tristezas. Outra pessoa também importante é o Papa Bonifacio VIII, uma rixa que dura desde a infância de Angelo, quando o papa ainda era o garoto Benedetto Gaetani. 

Quem conhece o autor gosta do tipo de escrita dele, aconselho que compre o livro! Mas você que não gosta deste tipo de leitura bem estilo Dan Brown aconselho a não ler A Passagem do Anjo. Se você quer comprar o livro só pelo fato do Angelo ser lobisomem, bem, não compre este não é um livro pra quem gosta de aventuras sobrenaturais. O fato de Angelo ser lobisomem é só um incremento na história, mas não é o foco principal. 
Unico fato que me deixou um pouco chateada, pois no começo achei que a história ia falar mais sobre ele ser lobisomem e ser sim sobrenatural, mas como disse assim se você não conhece o livro e gosta de ler apenas temas sobrenaturais não espere que A Passagem do Anjo seja assim, apesar disso o livro é muito bom!


Qual minha nota para o livro:



Livro: A Passagem do Anjo
Autor: John Sack
Editora: Arqueiro
Páginas: 334

Sinopse: Nas noites de lua cheia, frei Angelo Lorenzini se arrasta para a parte mais escura de sua masmorra e se esconde debaixo do cobertor. Os raios desgarrados de luar o levam ao limite de seus sentidos, fazendo a pele pinicar e o sangue correr furioso nas veias. Levantando as orelhas, ele escuta a lua uivante, porém tem o cuidado de não responder.
Sim, Angelo é um lobisomem. Desde que descobriu a herança deixada por seu avô, ele se pergunta o motivo dessa maldição - por que ele? Até que esteja pronto para compreender esse mistério, ele terá que percorrer um longo caminho de desastres e sofrimento.
No século XIII, numa Itália profundamente marcada pelos conflitos entre os poderes eclesiástico e imperial, Angelo tem uma rixa pessoal com o papa Bonifácio VIII que remonta a 50 anos, quando o pontífice ainda era o garoto Benedetto Gaetani.
Na verdade, a disputa com Gaetani é apenas um dos relacionamentos desastrados de Angelo. Como um Midas às avessas, Lorenzini destrói tudo o que toca. Sempre se envolvendo com mulheres proibidas e ferindo amigos sinceros, afasta de sua vida todas as formas de amor verdadeiro.
Por muitos anos, Angelo, que é ao mesmo tempo um ser divino e amaldiçoado, vive dividido entre suas duas naturezas, incapaz de entender sua essência. Ao fim da longa busca por Deus e sua verdade, Angelo descobre que aquilo que procurava estivera o tempo todo dentro dele. Afinal, todo mundo não tem um pouco de animal e de anjo?
A passagem do anjo, de John Sack - autor do best-seller A conspiração franciscana -, é uma envolvente ficção histórica com um toque sobrenatural e um desfecho surpreendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.