quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Crítica sobre: A Fera {Livro}

"Eu era uma fera. 
Olhei no espelho. Era um animal… não era nem lobo. Nem urso, nem gorila, nem cachorro, mas uma espécie que andava em duas patas; quase humano, mas não tanto. "(Pag 61) 
"É maravilhoso quando a vida lhe dá uma segunda chance"(Pag300)"


Kyle Kingsbury era um adolescente arrogante e absolutamente consciente de sua beleza. Seu pai, um famoso jornalista, ensinou-lhe a arte de ser prepotente e mostrar superioridade, seja através da beleza, fama ou posses. Kyle cresceu em um mundo onde o supérfluo era tratado como o mais importante e onde a felicidade podia ser comprada com dinheiro. 

Anos vivendo em universo fútil, fez de Kyle fruto do seu próprio meio. Ele diminuía as pessoas, as constrangia com seu comportamento e sentia prazer em humilhá-las. Até que um dia, foi brincar com a pessoa errada: Kendra.

Por seu mau comportamento, Kendra – a bruxa – deixou Kyle sob uma maldição terrível, tirando aquilo que ele julgava mais importante nas pessoas: sua aparência. Kendra usou seus poderes e transformou-o em Fera, furtando-o de sua beleza e de todas as suas possibilidades de socialização.
Kyle só pode quebrar a maldição quando encontrar o amor verdadeiro e a garota o beijar e amá-lo também, será que ele vai conseguir?

Muitos não gostam ou sentem vergonha em admitir, mas eu não vejo qual o problema em falar o que você gosta ninguém é obrigado a gostar não concordam? Falo isso, pois confesso que sempre fui viciada em filmes da Disney, como: Rei Leão, Peter Pan, Toy Story, e quando fiquei sabendo que A Fera era a nova versão de 'A Bela e A Fera' eu fiquei completamente ansiosa pela leitura.

'Sentimentos são como uma canção para a Bela e a Fera'

Não aguentei e comecei a leitura sábado e SIM eu passei o livro na frente de outros, precisava ler este livro e assim que comecei não consegui parar de ler e acabei deixando os livros que tinha começado a ler para me dedicar somente neste.
O livro traz, uma proposta interessante, a releitura de um famoso conto infantil, "A Bela e a Fera" me empolgou muito me apeguei a história, me apaixonei pelos personagens.

Sempre no começo de cada novo capitulo, aparece a sala de bate-papo, onde Kyle se encontra com outras pessoas que vivem histórias de conto de fadas, (Pequena Sereia, Homem-Urso e o Príncipe Sapo). Adoro estes bates papos são muito divertidos, principalmente o sapo. 

O livro é divido em seis partes: 'Um Príncipe e uma Bruxa', 'A Fera', 'O Castelo', 'O Intruso no jardim', 'Passagem do tempo, Outono e Inverno' e 'Felizes para Sempre', deixando a leitura leve. A Narrativa é super bem trabalhada, e levinha muito gostosinho de ler. 

Perto de acabar de ler o livro deixei baixando o filme para continuar com o gostinho de não acabar o livro ainda {Risos}, continuei a leitura e depois emendei o filme! ADOREIIIIII ambos ;) claro que tem uma grande diferença entre ambos, o filme não segue muito o roteiro do livro mas não deixa de ser bom.

Algo que achei interessantíssimo foi a nota da autora. Ao final do livro a autora conta um pouco de sua pesquisa para a criação da sua estória e também cita diversos autores famosos que recontaram o conto de fadas: Charles Perrault, Jean Cocteau, Beaumont e Villeneuve. Acredita-se que o mito grego de Eros e Psiquê seja variação mais antiga deste conto. 

Qual minha nota para o livro:

Autora: Alex Flinn 
Páginas: 320 
Editora: Galera Record 

Sinopse: Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera. Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.