domingo, 24 de junho de 2012

Crítica sobre: As reliquias sagradas de Hitler {Livro}

"Os homens anseiam mais pela glória do que pela virtude. A armadura de um inimigo, seu capacete quebrado, a bandeira arrancada de um navio conquistado são tesouros mais valorizados do que todas as riquezas humanas. É para obter esses símbolos de gloria que generais, sejam eles romanos, gregos ou bárbaros, enfrentam milhares de perigos e suportam inúmeras provações" -- Juvenal, poeta romano do século II


O livro trás a história sobre as pilhagens nazistas, juntamente sobre a corrida para a recuperação do tesouro romano antes que ele viesse a pertencer ao Quarto Reich.
Em uma linguagem simples, o autor Kirkpatrick, trás a tona as verdades sobre as intenções de Hitler e seu desejo de criar um novo 'reino' perfeito e sagrado. É através das cartas, relatos entrevistas que Kirkpatrick, nos revela inúmeros segredos!
Sobre a capa: Ela não contém muitos detalhes, sendo assim um pouco simples, mas ao mesmo tempo muito bonita nos remetendo em ao conteúdo do livro. A diagramação é simples, contendo folhas amarelas, os capítulos não são separados. 

O livro trás duas partes de fotos ilustradas, mostrando os tesouros que Hitler saqueou, como as fotos de seus generais entre outros. Uma das fotos que achei interessante foi a da "Lança do Destino", que pra quem conhece a história do lado da religião ou até pelo filme Constantine, já deve saber do que se trata quem não sabe, ela trata da lança que perfurou cristo na crucificação! O livro é dividido em 24 capítulos, possui alguns mapas, e no final do livro ele trás notas interessantes de cada capitulo, como trás também o nome das siglas citadas no livro. No decorrer da leitura sempre dava uma pausa para vir pesquisar na internet, e entender um pouco mais sobre determinado tema que o autor cita no livro, outras porque certa informações me instigavam e me deixavam muito curiosa a respeito, ai tina que parar para vir pesquisar.

A descrição dos acontecimentos do livro está muito boa, o protagonista é interessantemente, e a partir dele percebemos a extensa pesquisa que o autor teve, e o cuidado com os fatos históricos. Gosto muito de ler sobre fatos históricos, e não sei se estava em um momento de leitura para ler este livro, por isso penso que a avaliação não foi melhor. 

Recomendo a leitura sim, principalmente para aqueles que gostam de ler sobre fatos históricos, para aqueles que apenas têm curiosidade até os que querem saber mais sobre, a história alemã, quanto sobre o cristianismo e a era medieval. Não pense que você ao ler encontra resposta para todas as suas duvidas, pois esse não é o intuito do livro, mas sim instigar e fazer você refletir sobre o assunto! E Gostei muito do livro 'sim', mas como disse não era o momento da leitura dele, quem saiba quando for reler ele, em um momento para esse tipo de leitura ele não ganha suas cinco estrelinhas.


Qual minha nota para o livro:



Autor: Sidney D. Kirkpatrick
Páginas: 408
Editora: Sextante

Sinopse: Na Alemanha devastada pela Segunda Guerra Mundial, um grande mistério envolve as obras de arte e as antiguidades roubadas pelos nazistas. Este livro conta a história real do tenente e historiador da arte Walter Horn, que sai à procura de tesouros valiosos para o povo alemão que haviam desaparecido. Nessa jornada, Horn desvenda as origens místicas do nazismo e um plano para a criação do Quarto Reich. Pouco antes da invasão da Alemanha pelas forças aliadas, um bunker secreto foi cavado sob o Castelo de Nuremberg. Dentro dele, uma câmara especial continha os tesouros saqueados que Hitler mais valorizava: as Joias da Coroa do Sacro Império Romano e a Lança Sagrada, que teria dilacerado o flanco de Cristo na cruz. Mas quando o Exército americano se preparava para invadir Nuremberg, cinco das preciosas relíquias desapareceram. Quem as teria levado da câmara subterrânea? Por quê? Após o fim da guerra, o mistério ficou sem solução até que o general Eisenhower, comandante dos Aliados, ordenou que o tenente Horn, professor licenciado da Universidade de Berkeley, procurasse os tesouros desaparecidos. Para realizar sua missão, Horn mergulhou nas antigas lendas e no misticismo que cercavam as antiguidades saqueadas por Hitler em sua busca do domínio mundial. O que ele descobriu em sua odisseia é tão explosivo que seu relatório final permaneceu secreto por décadas. Baseando-se em informes do serviço de inteligência, bem como em cartas e entrevistas, Sidney Kirkpatrick revela como Hitler, em sua mania de grandeza e obcecado por ocultismo, quase conseguiu criar um Reich Sagrado fundamentado numa reinvenção distorcida da história medieval e da Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.