domingo, 29 de julho de 2012

Crítica sobre: O Temor do Sábio -Segundo Dia- {Livro}

"Se houvesse alguém ali para ver, teria notado que ele não tinha os braços flácidos de um hospedeiro.Quando ele puxava os cabos de madeira, os músculos saltavam, rijos como cordas torcidas. Antigas cicatrizes cruzavam e recruzavam sua pele. A maioria era pálida e fina, como rachaduras no gelo no inverno. Outras eram rubras e ásperas, destacando-se em sua pele alva." 


O Temor do Sábio é o segundo livro da trilogia A Crônica do Matador do Rei, que continua com a história contada em O Nome do Vento, bem de onde o livro parou.
Quem acompanhou as caixinhas de correio, ou até meu histórico no skoob sabe que demorei pra ler, mas não por ser um livro de forma alguma, mas sim pela falta de tempo, e por querer adiar um pouquinho mais a leitura!

Recebi este livro da parceria com a Editora Arqueiro, faz um bom tempo, mas como acabei recebendo outros da editora fui lendo/resenhando os mais finos e fui deixando O Temor do Sábio um pouco de nada, voltando a ressaltar que fiz isso pra adiantar leituras, como os fatores já citados llogo acima! Deixo bem claro para que saibam eu amo o livro!

Uma das resenhas mais difíceis, gosto tanto do livro que não sabia nem como começar essa resenha. Até agora estou a pensar se coloquei bem a minha opinião-reação a respeito de 'O Temor do Sábio'. Eu gosto tanto destes livros que sinceramente não sei como expressar seja em palavras ou pela resenha o quanto gostei/amei esse livro.

A história é muito boa, mas confesso que teve um certo momento em que achei a leitura um pouco cansativa, sabe quando o livro passa por aquela digamos 'monotonia', que você lê lê, mas parece que não avança, teve um trecho na história que aconteceu isso (culpa do maer/ hehe), mas logo acabou para meu agrado, e novamente me deliciei com essa história maravilhosa que Patrick criou.
Patrick é muito criativo, conseguindo criar e nos envolver em um mundo novo e magico!A Narração na maioria é feita em 1ª pessoa, mas também encontra-se partes em 3ª pessoa!

Sobre os personagens, aparecem muitos personagens novos, alguns integrantes outros que você fica com muita raiva, e também aqueles que você gosto! Continuo apaixonada e amando cada vez mais o lindo do Kvothe {Angel si controla}, adorando cada vez mais Bast e querendo matar ambrose como sempre! Não têm nada haver com gostar tanto de Kvothe, mas não consigo enxergar a Denna como ele retrata, não gosto muito desta personagem, posso dizer que pra mim ela é sem sal!

Como já disse neste livro, aparecem inúmeros personagens novos, como Dedan, Hespe, Marten e Tempi o meu favorito entre os novos personagens apresentados. E como sempre tenho que falar adoro o Bast, a cada capitulo e novo livro, gosto cada vez mais dele e de Kvothe! São tantos fatores interessantes, mas não tem como falar sem acabar contando o que não devia. São tantas as perguntas que tenho em mente, em relação ao Kvothe, Bast, sobre a espada, o entre muitos. No decorrer da leitura passei por autos e baixos em relação, alguns dos momentos cansei e acabei deixando o livro de lado, em outros não consegui parar de ler. Foi um livro que li bem devagar, mas enfim terminei e digo AMEI ele de toda forma possível!

Bom sem duvida alguma é uma das melhores séries que eu li neste ano, e uma que vai estar com certeza entre meus favoritos! Recomendo a leitura sem duvida alguma!! Leia, Leiam com certeza!! Ah, só mais uma coisinha ... Quando é que sairá o Terceiro dia da cronica do matador do rei?? {Angel tendo crises aqui}

Qual minha nota para o livro:


Autor: Patrick Rothfuss
Páginas: 960
Editora: Arqueiro

Sinopse: Quando é aconselhado a abandonar seus estudos na Universidade por um período, por causa de sua rivalidade com um membro da nobreza local, Kvothe é obrigado a tentar a vida em outras paragens. Em busca de um patrocinador para sua música, viaja mais de mil quilômetros até Vintas. Lá, é rapidamente envolvido na política da corte. Enquanto tenta cair nas graças de um nobre poderoso, Kvothe usa sua habilidade de arcanista para impedir que ele seja envenenado e lidera um grupo de mercenários pela floresta, a fim de combater um bando de ladrões perigosos. Ao longo do caminho, tem um encontro fantástico com Feluriana, uma criatura encantada à qual nenhum homem jamais pôde resistir ou sobreviver – até agora. Kvothe também conhece um guerreiro ademriano que o leva a sua terra, um lugar de costumes muito diferentes, onde vai aprender a lutar como poucos. Enquanto persiste em sua busca de respostas sobre o Chandriano, o grupo de criaturas demoníacas responsável pela morte de seus pais, Kvothe percebe como a vida pode ser difícil quando um homem se torna uma lenda de seu próprio tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.