terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Crítica sobre: Sangue e Areia {Livro}

[...]"O Papagaio olhava desafiadoramente para ele. O tamanho de suas pupilas crescia e diminuía. Aquilo era um sinal de agressão, conforme Ben lera na internet. -E você é o próximo! - gritou o pássaro."[...]


Como no primeiro volumes, Sangue e Areia já começa com uma abertura instigante, onde nos deparamos com a pergunta; "Afinal onde fica a biblioteca da meia noite". Logo no final ele termina com a seguinte frase: "Talvez você devesse tomar coragem e virar a página. Afinal de contas, qual a pior coisa que poderia acontecer?..."

Sobre a Capa: Gosto muito das capas desta série. (E sim eu compraria eles só por causa das capas. Como já comentei na primeira resenha da série). Mas falando da capa do segundo volume volume. Esse volume trás o tom de dois azuis na capa. A ilustração da ave (que eu chame de fênix, minha imaginação é muito criativa) e os nomes são envernizados. A diagramação é simples, as letras são medianas, as folhas são brancas, seguindo o padrão do primeiro volumes.

Este volume contém três contos:
Sangue e Areia: Traz a estória dos irmãos John e Sarah. Acostumados a sempre acompanhar os pais , as ferias dos irmãos era passada em uma praia, que já não tinha mais graça a eles, e o que restava a eles era participar da competição de esculturas de areia, como faziam todos os anos, mas eles não esperavam que desta vez, os acontecimentos levariam os irmãos a uma procura perigosa.

O Melhor amigo do homem: Traz a estória de Ben, um menino que se depara em uma situação complicada, sobrenatural levando-o a situações inesperadas, isso tudo culpa do bichinho de estimação de seu falecido avô.

Uma estranha na casa: Traz a estória de Laura. Uma adolescente, normal que se depara com uma situação estranha, levando-a ao inesperado, onde apenas encontrará temor. (Os acontecimentos aqui me lembraram muito um anime, só não posso contar, senão entrego a estória).

Fica difícil dizer quais dos três contos que eu mais gostei, pois todos são bons e Sangue e Areia e O melhor amigo do homem, são muito bons, ai fico em duvida qual escolher, mas ficarei com o conto do papagaio, pois ele é assustador O conto Uma estranha na casa é bom, mas ao comparar com os outros dois, ele se torna fraquinho.

É sério eu já comentei, que estes contos são assustadores? Confesso ter ficado com muito medo, principalmente no conto do papagaio #medo, e o conto sangue e areia foi o que me deixou mais agoniada!

A cada novo livro que leio desta série, me instiga deixando-me curiosa, pra saber o que acontecerá nos próximos contos. A Biblioteca da meia noite, instiga e nos causando impacto, deixando nos a pensar, reunindo uma mistura de suspense, mistério e terror, que iram conquistar e fazer com que seu esqueleto estremeça a cada novo conto.

Qual minha nota para o livro:



Autor: Nick Shadow
Páginas: 112
Editora: Prumo

Sinopse: John e Sarah cruzam caminho com um escultor de areia cujas criações são assustadoramente reais - um pouco reais demais... Ben herda um relógio de bolso aparentemente normal de seu avô. Ele pode ser sua única esperança contra um pássaro com gosto para sangue... Jessica e Robbie ficam aos cuidados de Laura durante a noite. Mas hoje Laura não parece muito a Laura... Três histórias. Três motivos para pedir que a manhã venha. Bem-vindo à biblioteca da meia-noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.